Porto Alegre, 12 de dezembro de 2019

Cursos

Atenção aos familiares como vítimas ocultas da violência

Dia 28 de setembro, sábado, das 9 h às 12 h e das 13 às 16 h (7 h/a).

Ministrante: Psicóloga e Dra. Helen Barbosa dos Santos - Psicologia Social e Institucional UFRGS.

Programa:
Em uma abordagem interdisciplinar falaremos sobre as interseccionalidades (famílias em domínios territorias armados, o coming out LGBTTI...); sobre a dimensão do trauma, os fatores de proteção e os efeitos e riscos aos familiares que vivenciam o adoecimento ou morte de seus entes (por agravantes de suicídio, homicídios e acidentes) e por fim os tipos e ciclos de lutos (incluindo o das crianças). Tudo isso para compreender e intervir.


Parte I – Compreender 

• Questionando múltiplos conceitos e
entendimentos: sobre famílias, amizade e a dimensão da violência;

 • A família e/ou amigos como co-vítimas dos conflitos violentos; 

• As interseccionalidades (relações de gênero, raça, classe social) como atravessadores das configurações familiares e sociais;

• A família enquanto território de
tensionamentos e/ou de proteção: identificando riscos e potencialidades na
prevenção à violência;

• Infâncias/juventudes militarizadas, a mulher como salvação e a exclusão do pai;

• As particularidades dos conflitos armados na vida de familiares e amigos; 

• Processos de luto (adultos e crianças) e
Estresse Pós-Traumático em familiares e/ou amigos de pessoas assassinadas em
conflitos violentos. 

Parte II – Apoiar/Intervir 

• Estratégias de acolhimento e apoio em
distintos contextos de trabalho (uso de ferramentas de apoio institucional para
diagnóstico situacional breve); 

• A escuta ampliada aos familiares e/ou amigos co-vitimas da violência;

• Intervenção na crise (emergência) e
intervenção continuada: possibilidades interdisciplinares e intersetoriais; 

• A intervenção na crise (na fase da crise do
ciclo do luto); 

• Intervenção continuada (na fase da
desorganização e na fase da organização)

• Comunicação de más notícias;

• Projeto terapêutico singular em contextos
onde a violência impera: a inclusão da rede socio-afetiva no apoio aos familiares e amigos; 


Metodologia: Aula expositiva e dialogada;

uso de vídeos e imagens; oficinas (uso de ferramentas de apoio institucional e psicodrama). 


Investimento: R$ 100,00 para estudantes de
graduação e R$ 130,00 p
ara profissionais. 


Inscrições até o dia 26 de setembro: contato@pichonpoa.com.br
e (51) 99865 7080 whatsapp 

Local: Rua João Guimarães 31, sala 504, quase esquina Protásio Alves.



Copyright © 2004